24.8.06

Desse jeito nunca chegarão a um acordo!














Mais uma vez, na disputa entre Google e Ministério Público de SP ficou evidente que a Google quer seguir as leis americanas e o MP, as brasileiras.O MP quer os IP's [espécie de RG do usuário] dos membros das comunidades acusados de pedofilia e outros crimes. A Google se nega fornecer esses dados.O detalhe é que essas informações sobre os IP's estão nos EUA, mais precisamente na Califórnia, local onde as leis e a cultura local protegem, de forma efetiva, o anonimato e a livre expressão na web.Por isso, o IP do usuário é um dado que dificilmente será divulgado. Vale lembrar que, ao contrário da Yahoo!, nem com pressão do governo chinês, a Google revelou dados de seus usuários. Preferiu censurar os resultados de suas buscas.O que o MP deveria fazer é se espelhar na rede social MySpace, que se tornou um lugar mais seguro depois que restringiu o acesso de menores e convocou diversos especialistas para monitorarem o site.




O MP deveria assim forçar a Google a adotar as mesmas medidas no Orkut - uma "boa limpa", métodos mais rígidos para criação de comunidades e a contratação de "olheiros". Ou seja, moderação decente, coisa que o Orkut nunca teve.Um dos motivos para a Google não aceitar os pedidos do MP é justamente esse ponto de entrega dos IP's dos usuários. Não teria problema algum em aumentar a moderação. Entregar dados de usuários é mais difícil.Agora, cá entre nós, esse papo de fechamento de escritório já é muito barulho.Aliás, não vejo nada de bom no fechamento. Os crimes no Orkut continuariam do mesmo jeito já que os bancos de dados com informações dos usuários estão nos EUA. Não tem nenhum servidor aqui, no Brasil. Apenas o acesso é feito daqui.




0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home